NOVO CD: "PRIMEIRO"

à venda no amazon à venda no iTunes à venda no Google play
01 Foi Deus
02 Adiça
03 Trova do vento que passa
04 Mãe preta
05 Barro divino
06 Formiga no carreiro
07 Marujo português
08 As mãos que trago
09 Eu sou a gente
10 Dar de beber à dor
11 Sina

BIOGRAFIA

Lisboa, cidade das sete colinas, beijada pelo Tejo, viu nascer Romana a 23 de Julho de 1981.

Aos oito anos sobe ao palco pela primeira vez, cantando temas de diversos intérpretes portugueses.

Em 1996 participa no tema «Mãe Querida» juntamente com vários artistas e assina com a editora discográfica Espacial. Participa com originais na colectânea «Sonho de Amor». No mesmo ano, com catorze anos de idade, atinge o seu primeiro êxito na música nacional com o lançamento do primeiro CD «Já Não Sou Bebé» que continua, ainda hoje, a marcar e a condicionar positivamente a sua carreira. Obtém outro grande sucesso com «De Mulher para Mulher» gravado em dueto com Ágata em 1996.

Seguem-se: «Não És Homem Para Mim» (1997), «Ex-mulher Ex-amor» (1999) e «Voz por Voz» (2001), a colectânea «O Melhor de Romana» (2002), que inclui Nossa Senhora do Amor e Se Tu Me Deixasses, temas inéditos. Tem ainda uma participação no filme "Ganhar a Vida" em 2001 de João Canijo.

2004 foi o ano de regresso a estúdio para o lançamento de «Uma Lembrança Tua».

Em 2006, «Esqueci-me de Mim» vem reforçar a discografia da cantora com mais um conjunto de sucessos. Estes álbuns, contam com a inspiração e autoria do amigo e compositor Ricardo Landum. Têm temas com uma sonoridade romântica e que reafirmam claramente a sua paixão por outros ritmos, nomeadamente pelo flamenco e pelo fado.

No ano de 2007 são feitas varias experiências musicais e assina contrato com a editora Farol.

Em Janeiro de 2008 Romana entra no estudio Estúdio Pé de Vento para gravar um novo trabalho intitulado de “Alma”. Conta com a produção de Rodrigo Serrão e Fernando Nunes, onde participam também grandes músicos, excelentes compositores e poetas, destacando Nelo Ribeiro, Rodrigo Serrão, Pedro Sequeira e a própria Romana.

Em 28 Fevereiro de 2009 participa na final do Festival RTP da Canção, com a canção "Acordem olhos doirados" com letra e musica de Romana e Rodrigo Serrão. Neste ano tem também uma participação no filme “Duas Mulheres”, realizado por João Mário Grilo.

No ano de 2010 grava em conjunto com Mônica Sintra, Jose Alberto Reis e Pedro Camilo, chama se “Coração Português”, onde no repertório são gravados êxitos da música portuguesa dos anos 70 e 80.

Lança em 2011 o álbum "Fonte de Vida", ficando este a cargo de Menito Ramos.

Depois de ter participado em vários programas de televisão tais como em 2002 “1º Big Brother Famosos”, 2003 “Academia dos Famosos” no qual saiu vencedora, 2005 1ª edição da “1ª Companhia”, aceita em 2012 participar no concurso “A tua Cara Não Me é Estranha”, onde consegue mostrar todo o seu potencial e diversidade como cantora e ser reconhecida por todo o público português.e não só.

Em junho de 2013 decide voltar a assinar contrato com a sua “Editora Mãe” e volta para a Espacial reencontrando o compositor e amigo Ricardo Landum que desta feita é o responsável por mais uma grande obra discografia, “Diz-me”, que tem a data de lançamento em novembro do mesmo ano.

2014 é o ano do virar de página da sua carreira. Depois do reconhecimento alcançado com o programa "A tua Cara não me é Estranha" em que a artista impressionou o país com a dimensão do seu talento, Romana prepara agora o lançamento de um novo album. O disco que dá provas de uma maturidade definitivamente alcançada, revela uma cantora descomprometida com o passado, segura e de regras bem definidas na sua identidade artística. O primeiro single a ser lançado é "Foi Deus" - tema de Alberto Janes composto para Amália Rodrigues a quem coube o papel de levantar o véu sobre um CD que se adivinha surpreendente e cujo video está já a fazer furor no Youtube.

Para este novo marco na sua carreira, a artista fez questão de entregar a Rodrigo Serrão, reconhecido produtor, a responsabilidade e a direcção de "Primeiro" - título escolhido para um album de ruptura sóbria, há muito desejado e onde se assume um cuidado absoluto com a qualidade musical e com o que Romana tem, a partir de agora, de facto a dizer.

Recheado de surpresas - desde o dialogo com o piano da fadista Maria Ana Bobone em "Foi Deus", passando pela co-autoria da própria Romana em "Eu sou Poeta", até ao surpreendente "Formiga no Carreiro" de José Afonso, este é o album que se esperava à muito de uma artista que se desenvencilha do acessório, foca definitivamente no essencial e se apresenta agora por inteiro.

COMENTÁRIOS

  • "parabens finalmente encontrste o teu verdadeiro caminho,há quantos anos esperava por esse dia pois eu sempre soube,que este era o teu genero quando tu cantavas cá em casa ,bjs..."
    Maria Margarida Santos Cruz Fernandes
  • "Lindo!!!Minha querida Romana;Tens uma voz fabulosa,adoro a tua postura em palco ,és maravilhosa ,parabéns magnifico trabalho ,muita força tiveste para vencer ,canta Amália..."
    Maria do Céu Branco Pedro Dias
  • "Força e tudo de bom. Tu mereces"
    Nuno Portugal
  • "MARAVILHOSO GOSTEI MUITO PARA MIM UM DOS MELHORES TRABALHOS PARABÉNS, CD QUE NÃO DEIXAREI DE COMPRAR VOZ MAGNIFICA FORTE E SUAVE AO MESMO TEMPO MUITAS FELICIDADES "
    JOAQUIM LUIS FADISTA COSTA
  • "Sempre achei que a Romana era mais uma voz bonitinha como tantas outras. Hoje tenho muito mais para dizer dela, é uma mulher inteligente que deu um cunho pessoal a estes temas..."
    vina
  • "Fantástico. És sem dúvida uma das poucas boas cantoras Portuguêsas Romana. Adoro."
    São Martins
Ver comentários

CONTACTOS

Management / Booking

Samuel Monteiro +351 917 604 315
www.amproducoes.pt

© 2015 Romana | Política de Privacidade | webdevice